sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

TRANCA RUAS

(TarchiMache) - Tranca Ruas (O Guardião dos Caminhos), não é demônio que muitos acreditam que ele seja. Sua atribuição é trancar a evolução dos desqualificados, desequilibrados e desvirtuados espíritos humanos. Não deseja ser amado ou odiado, mas apenas respeitado e compreendido.
Caminhos
A falange de Tranca-Ruas é dividida em 7 sub-falanges. Cada sub-falange tem a direção de um Tranca-Ruas específico, como se fosse um batalhão - cada batalhão, um general.
  • Falange comandada por Tranca Ruas das Almas
  • Falange comandada por Tranca Ruas de Embaré
  • Falange comandada por Tranca Ruas das Ruas
  • Falange comandada por Tranca Ruas das 7 Encruzilhadas
  • Falange comandada por Tranca Ruas das Porteiras
  • Falange comandada por Tranca Ruas das 7 Luas
  • Falange comandada por Tranca Ruas das 7 Giras
Características
Arma Espada
Bebida
  • Tranca Ruas das Encruzilhadas - Marafo, whisky, rum, vodka
  • Tranca Ruas dos Cruzeiros - Vinho branco, vermouth, champanhe, whisky
  • Tranca Ruas das Almas - Vinho tinto, whisky ou marafo
Erva Espada de São Jorge
Fuma Charutos
Lugar Tronqueira
Planta rosas amarelas
Vela Pretas, Vermelhas e Pretas
História1
Muito grande, muito forte, Seu Tranca Ruas vem trazendo a sorte
Salihed, Mehi Mahar Selmi Laresh Lach Me Yê!
Saravá, Senhor Exu Guardião Tranca Ruas!
Saravá, Ogum Sete Lanças da Lei e da Vida!
Saravá Pai Ogum!
Saravá Mãe Iemanjá!
Saravá, Regente Oxalá!
Saravá, Umbanda!!!
Surpreenda-se com esse Mehi Guardião de Mistérios a serviço da Lei Maior!
("O Guardião Tranca Ruas pode ser tudo o que queiram, menos como tentam mostrar: Um demônio. Jamais foi ou é o que este termo deturbado significa na atualidade e nem o aceita como qualificativo das suas atribuições: Trancar a evolução dos desqualificados, desequilibrados e desvirtuados espíritos humanos. Odeia os que odeiam, sente asco dos blasfemos, nojo dos invejosos, repulsa pelos falsos, ira pelos soberbos e pena dos libidinosos. Saibam que foi um dos Mehis que velaram a descida do "ACH-ME ou MISTÉRIO JESUS CRISTO". Assim é TRANCA-RUAS, Mehi por Origem, Natureza e Formação. Não importa a Religião que tens que guardar, pois nela, dela e para ela, Mehi, sempre será.")
Senhor Tranca-Rua das Almas, senhor do Sétimo Grau de Evolução da Lei Maior de Ogum, conhecedor de todas as magias e demandas praticadas por seres sem luz, interceda no caminho de todos os filhos de fé, livrando-os de toda a energia que possa atrapalhar a evolução de todos os seres iluminados; fazei dos pensamentos uma porta fechada para a inveja, discórdia e egoísmo. Dos sete caminhos por ti ultrapassados, foi na rua que passou a ser dono de direito, abrindo as portas para os espíritos que merecem ajuda e evolução e fechando para os que querem praticar a maldade e a inveja contra seus semelhantes. Fazei dos nossos corações o mais puro que nossos próprios atos; Senhor (Pai) Tranca-Ruas das Almas agradeçemos por tudo que fizeste apren-der nesta vida e em outras que passamos lado a lado, rogo por vós a proteção, para os irmãos de fé, para toda a família e porque não para os inimigos Abençõe a guarde esses filhos que um dia entenderão o verdadeiro sentido da palavra umbanda.
Pontos Riscados
Ponto Riscado Tranca Ruas das Almas
Tranca Ruas
Ponto Riscado Tranca Ruas das Almas
Tranca Ruas das Almas
Ponto Riscado Tranca Ruas das Encruzilhadas
Tranca Ruas das Encruzilhadas
Ponto Riscado Tranca Ruas do Cruzeiro
Tranca Ruas do Cruzeiro
Ponto Riscado Tranca Ruas do Luar
Tranca Ruas do Luar
Ponto Riscado Tranca Ruas Pequenino
Tranca Ruas Pequenino
Pontos Cantados
O sino da igrejinha Faz belém, blem, blom
Deu meia noite o galo já cantou
Seu Tranca-Ruas é o dono da gira
Oi corre gira que Ogum mandou



Com 7 velas eu firmei meu ponto
E na encruza Exú me saravou
Firma seu ponto Seu Tranca Ruas
Exú da linha de Seu Marabô



Viva as almas, viva a coroa e a fé
Salve Exú das Almas
Ele é Tranca Ruas de fé



Seu Tranca Ruas que nasceu no Mato Grosso
Ele é filho de um xavante, ele é de Embaré
Mas o homem é Tranca Ruas de Embaré



Na sua encruza ele é o Rei
Na sua banda ele é o Senhor
Oi, salve o Sol, oi salve a Lua
Salve toda a encruzilhada
Oi saravá Seu Tranca Ruas



Seu Tranca Ruas me abra os meus caminhos
Que me foi trancado pelo povo pequenino
Saravá o sol, saravá a lua
Saravá a rua, saravá Seu Tranca Ruas



Está iluminando a sua banda
Está cheirando flor em seu Congá
Seu Tranca Ruas um pedido eu lhe faço
Me abre as portas
Ilumina os caminhos por onde passo



Exú abre os caminhos, foi Xangô quem mandou
Tranca Ruas nas encruzilhadas
Corre a gira nas demandas
Corre a gira nas Quimbandas,
Foi Xangô quem mandou



Seu Tranca Rua da Mata
Chama, chama que ele vem
Ele é o Rei da Quimbanda na Mata
Chama, chama que ele vem
Lá no meio da macaia
Seu Tranca Rua chegou
Ele veio tirar despacho
Que você pra mim deixou
Seu Tranca Ruas da Mata
Chama, chama que ele vem



Ouvi um barulho na mata
Ai meu Deus o que será
É Seu Tranca Rua das Matas
Que veio trabalhar



Seu Tranca Ruas nas forças da mata
O seu Congá tem segurança
É nas tronqueiras que ele gira
É meia noite que o galo canta



Quem é que desceu do reino, quem é?
Ele é Tranca Ruas das Almas, ele é



Estava dormindo na beira do mar
Quando as Almas me chamaram para trabalhar
Acorda Tranca Rua vai vigiar
O inimigo está invadindo a porteira do Congá
Põe a mão nas suas armas e vai guerrear
Bota o inimigo pra fora pra nunca mais voltar



Estava dormindo
A Umbanda me chamou
Se levanta minha gente
Tranca Rua já chegou

Quando a Lua sair
Eu vou girar, eu vou girar
Chegou Tranca Ruas
Pra todo mal levar



Seu Tranca Ruas
Me cubra com sua capa
Quem tem sua capa escapa
A sua capa é um manto de caridade
Sua capa cobre tudo
Só não cobre a falsidade



Oh! Luar! Oh! Luar! Olha os raios da Lua
Está chegando na banda Seu Exú Tranca Rua
Salve as Almas Benditas
Do cruzeiro das almas
Está chegando na banda
Tranca Rua das Almas



Quando o galo canta
As almas se levantam e o mar recua
É quando os anjos do céu dizem amém
E o pobre do lavrador diz aleluia
Diz aleluia, diz aleluia
Seu Tranca Ruas diz aleluia



Está iluminando a sua banda
Está cheirando flor em seu Congá
Seu Tranca Ruas um pedido eu lhe faço
Me abre as portas
Ilumina os caminhos por onde passo



Seu Tranca Ruas
Me abra os meus caminhos
Que me foi trancado
Pelo povo pequenino
Saravá o Sol, saravá a Lua
Saravá a Rua, saravá Seu Tranca Ruas
Seu Tranca Ruas
Nas forças da mata
O seu Congá tem segurança
É nas tronqueiras que ele gira
É meia noite que o galo canta



Chegou na canjira de Umbanda
Seu Tranca Ruas
Quem está de ronda é meu Pai
Seu Tranca Ruas
Me cubra com sua capa
Quem tem sua capa escapa
A sua capa é um manto de caridade
Sua capa cobre tudo
Só não cobre a falsidade



Na Lua nova ele fez seu ponto
Na Lua cheia ele confirmou
São Sete Estrelas, são sete Luas
Saravá Ogum, saravá Seu Tranca Ruas



Já deu meia noite
Tá na hora da Quimbanda
Segura a gira Exú
Seu Ogum é quem manda

Tranca Rua está na terra
Veio combater demanda
Salve o Povo da Encruza
Salve Exú e sua Banda



Quem trabalha com as Santas Almas
Não tem medo de assombração
Sou filho de Tranca Ruas
Tenho as Almas no coração



Poder, poder Tranca Ruas é quem traz
Cuidado com o que diz
Tranca Ruas está por trás
Cuidado com o que faz
Tranca Ruas está por trás

Seguidores